skip to Main Content

Cultivando o Cuidado – apoio e empoderamento materno

Rede de apoio, sororidade, pertencimento, auto-conhecimento, transformação, fortalecimento das relações: estes são alguns dos ingredientes que compõem o projeto “Cultivando o Cuidado – apoio, empatia e empoderamento materno”.

“Cultivando o Cuidado” nasceu junto com Gael. Ao me tornar mãe, percebi na pele, no ventre, no peito, o quanto nós, mulheres mães, precisamos de apoio para nutrir uma relação saudável com nossos filhos – e com nós mesmas. Senti a importância de estar junto a outras mulheres que vivem momentos semelhantes da vida: a gestação, o puerpério, a criação dos filhos. Descobri na prática que é fundamental estar bem-cuidada para conseguir bem-cuidar. E é assim que nasce o projeto “Cultivando o Cuidado” – do qual este blog faz parte, trazendo informação de qualidade, relatos pessoais inspiradores e dicas preciosas para uma convivência amorosa e transformadora.

Este projeto tem um programa de vivências em grupo (presenciais) e atendimentos individuais (presenciais ou online), além deste blog no qual compartilho minhas experiências de mãe e muita informação de qualidade. O propósito deste programa é cuidar de quem cuida, estimular a formação de redes de apoio, fornecer informação de qualidade e ferramentas para apoiar o auto-conhecimento necessário para o fortalecimento das relações – consigo mesma, com as crianças e com as demais pessoas de seu convívio – estimulando o desenvolvimento da inteligência emocional e relacional.

O nome “Cultivando o Cuidado” foi inspirado numa frase do livro “Deixe de ser bonzinho e seja verdadeiro”, de Thomas d’Ansembourg, escritor francês e consultor em Comunicação Não-Violenta: “Se eu cuido do outro negligenciando a mim mesmo, estou cultivando a negligência e não o cuidado”. Ou seja, para cuidar, precisamos estar bem cuidadas e atendidas em nossas necessidades mais genuínas de acolhimento, apoio, empatia, pertencimento… É esta a minha missão hoje: cuidar de quem cuida e incentivar o cultivo do auto-cuidado para poder bem cuidar das crianças e de todas as nossas relações.

O maior desafio deste projeto foi criar as condições de tempo e energia para realizá-lo e colocá-lo em movimento, já que eu estava tão imersa na maternagem. E justamente por estar imersa na maternidade foi que decidi usar meus conhecimentos e minha experiência de mais de sete anos de investigação prática cotidiana em Comunicação Não-Violenta, e de quase três anos de maternidade ativa e consciente, para apoiar a transformação das relações entre mães e filhos, e das mulheres consigo mesmas.

Eu consegui superar este desafio mergulhando em mim mesma para descobrir o que me apoia a vivenciar uma maternagem mais plena, mais consciente e transformadora – e como eu poderia criar as condições para fazer aquilo que me nutre. Assim, ampliei minha rede de apoio, enlutei as dores do puerpério, celebrei a vida que pulsa em mim – e a vida que pula no sofá da sala -, fortaleci minha relação com meu filho e com meu companheiro e, então, encontrei tempo, disposição e coragem para sentar e começar a escrever. Assim surgiu este blog e, mais tarde todo o projeto!

logomarca cultivando o cuidadoAí, decidi continuar a agir com o coração – pois este é o significado de coragem: “agir com o coração”. Convidei outras mães para a primeira vivência “Cultivando o Cuidado na Maternagem à luz da Comunicação Não-Violenta”. Foi lindo, intenso e transformador! Para todas nós que estávamos lá! Compartilhei experiências e investigações como mãe, apoiada por meus conhecimentos e práticas diárias baseadas na Comunicação Não-Violenta, em busca da co-construção de relações pautadas no amor, na empatia, na autenticidade, no apoio mútuo e no respeito às necessidades reais de todas as pessoas envolvidas: mãe, filhos e outros membros da família e da comunidade em que vivem.

O resultado tem sido mulheres mais unidas e empoderadas, com maior clareza sobre o que sentem e o que desejam, com mais ferramentas para realizar as mudanças que buscam em suas relações – e filhos mais felizes, famílias mais fortalecidas, mães mais bem-cuidadas! E uma alegria imensa dentro de mim, por contribuir à vida desta forma!

Por estas experiências com outras mulheres, e pela minha própria experiência pessoal e profissional, eu digo a você: para cultivar relações saudáveis – consigo mesma e com as outras pessoas – é preciso auto-conhecimento para descobrir o que nos apoia e co-criar as condições para que as nossas necessidades mais verdadeiras estejam atendidas. As consequências são mais do que positivas! Nos tornamos, a cada dia, com persistência e apoio, a mudança que queremos ver em nossos filhos.

Estou aqui para apoiar você neste processo.

Nas vivências e nas sessões individuais, você tem acolhimento, aconchego, empatia e momentos de conexão consigo mesma através de dinâmicas que apoiam a reencontrar sua potência e força de ação para transformar suas relações – nos níveis interpessoal e intrapessoal. Aqui, tem coração aberto para ouvir o seu coração e dizer apenas o essencial para facilitar seu processo de mergulho em sua própria essência e resgatar a sua potência.

Assim, temos a oportunidade de curar as dores do tornar-se mãe, transformar os desafios cotidianos da maternidade em momentos de fortalecimento dos laços familiares, aumentar a conexão com os filhos e cultivar o cuidado na relação consigo mesma. Há um espaço seguro para partilhas de experiências, no qual a escuta se dá à partir do coração, fortalecendo nossa rede de apoio materno e adquirindo ferramentas para transformar as relações familiares e sociais.

Desta forma, co-criamos as condições para olhar para nossas relações sob um novo viés e tornar a maternidade um caminho construído em bases sólidas de amor, respeito, empatia, autenticidade e leveza, criando conexões autênticas, empáticas e saudáveis, com auto-cuidado e disposição amorosa.

O empoderamento materno reflete-se na felicidade dos filhos.

Vamos juntas trilhar este percurso rumo à essência do que nos une e à potência de todo nosso ser, expandindo nosso coração para vibrar uma vida mais plena de sentido, mais consciente e transformadora!

Você tem todo meu apoio. De mãe para mãe…

Com amor e gratidão,

Maristela

PS: Quer participar de alguma atividade deste programa maravilhoso? Entre em contato comigo! Será uma prazer e uma honra acompanhar você em seu caminho rumo à uma vida mais plena!


Todos os textos da sessão “Escrito à Mãe” do site cultivandocuidado.com bem como os textos do perfil no Instagram @cultivandocuidado são de autoria de Maristela Lima. Se estas reflexões fazem sentido para você, talvez elas sirvam também para suas amigas mães. Compartilhe com elas o link deste artigo e sempre cite a autoria. Assim, você valoriza e apoia o trabalho de uma mãe que escreve, contribuindo para que mais mulheres se beneficiem e me motivando para que eu continue a oferecer às mães conteúdos importantes, gratuitos e de qualidade. Entre mães, precisamos no apoiar.
Com amor e gratidão,
Maris.

 

This Post Has 2 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top
WhatsApp Falar com Cultivando Cuidado <3