skip to Main Content

Mães bem cuidadas, filhos felizes

Conexão. Apoio. Empoderamento. Sororidade. Estas palavras ganharam novo sentido e força depois que iniciei este projeto com mães, em busca do fortalecimento de uma rede de apoio que nos nutra para a co-criação de uma maternagem mais consciente, amorosa e transformadora, onde o cuidado seja cultivado entre as mulheres e entre mães e filhos.

cultivando cuidado entre mulheres mães

Apoio, empatia e empoderamento materno: Cultivando o Cuidado!

“Cultivando o Cuidado” é meu projeto do coração, porque nasceu junto com a mãe que nasceu em mim quando meu filho nasceu – despertando meu desejo mais profundo de ser um canal de amor, cura e transformação para as mães. E isso deu um novo sentido ao meu propósito nesta vida. Através deste projeto, eu contribuo para que muitas mulheres transformem sua relação consigo mesmas e com seus filhos. Assim, apoio a co-construção de uma sociedade mais amorosa, empática e colaborativa, um mundo melhor para as crianças e para todos nós. Porque as mudanças começam em casa, nas relações com os filhos, que herdarão este planeta e irão se relacionar com as outras pessoas da maneira que aprendem a se relacionar na família, com os adultos de referência. Portanto, nós podemos ser a mudança que queremos ver no mundo!

“Cultivando o Cuidado – apoio, empatia e empoderamento materno” existe para nos apoiar a resgatar nossa potência e nossa capacidade de transformar a nós mesmas e ao mundo ao nosso redor, partindo da essência amorosa de cada mãe e expandindo este amor e esta força a todas as nossas relações.

Eu me sinto tão nutrida quando acompanho cada mãe em seu processo, tanto nas sessões individuais quanto nas vivências! É lindo ver cada mulher resgatar sua potência e se empoderar! E o feedback que elas me dão depois me nutrem muito, me motivando a persistir neste caminho que estamos percorrendo juntas.

Recebo muitas mensagens depois das vivências e depois das sessões. Fiz um apanhado de algumas, na minha retrospectiva de 2017. Fico muito feliz e tocada ao reler isso:

“Que espaço rico em amor e sabedoria! Sai da vivência com a alma nutrida! Estou com o corpo, a mente e o coração em paz, mais sábia, mais bem cuidada e querendo cuidar!” (PL)
“Trabalho fundamental! Amei e recomendo a todas que buscam o cuidado nas relações, uma vida familiar mais feliz e um mundo com mais afeto.” (CB)
“Obrigada! Ter um espaço para vivenciar a Comunicação Não-Violenta e no contexto da maternagem é uma belíssima iniciativa. Saio renovada e reflexiva. Minha noite foi excelente! Consegui conversar melhor com o marido, que se interessou pela CNV. Estou me sentindo mais leve e com um desejo enorme de movimentar, dar o real espaço ao novo, respirando fundo e dando atenção aos sentimentos e necessidades envolvidos. Gratidão por partilhar deste momento!” (FP)
“A vivência me ajudou muito a ter uma conversa empática ontem à noite, com escuta de qualidade, sem julgamentos… com muita sinceridade, tranquilidade… com exposição de sentimentos e necessidades, tudo iniciado por um pedido claro e realizável de conexão… surtiu efeitos muito positivos!” (BB)

“Participei de uma vivência e foi maravilhoso! Senti muita paz e tranquilidade! Gratidão a você por seu lindo trabalho! Foi incrível poder me conectar comigo e com vocês! “

E uns dos relatos mais tocantes que ouvi, de uma mulher que participa mensalmente das vivências, foi este: “Depois do primeiro encontro, eu consegui cortar as unhas do meu filho. Fazia um ano e meio que ele só roia unhas. Eu consegui cortá-las.” E chorou ao dizer isso. Roer as unhas era como o filho refletia a tensão e os medos, pela relação desgastada. Após a vivência, ela conseguiu modificar a forma de se relacionar com ele – e o resultado foi mais leveza, mais respeito, mais amor e confiança entre eles.

Quando ouço algo assim, meu coração transborda de alegria! É na simplicidade dos resultados que parecem pequenos que começam as grandes mudanças!

Então, por que eu faço o que eu faço? Porque depois de passar um dia inteiro com mulheres maravilhosas investigando aquilo que serve à vida, depois de acompanhar os processos de conscientização e empoderamento, depois de ver estas mulheres saindo das vivências mais fortalecidas, unidas e confiantes, co-construindo  a rede de apoio materno com persistência e amor… Depois disso, eu ainda encontro meu filho e recebo dele um sorrisão e aquele abraço que faz o tempo parar para me sussurar: “você está no caminho: siga em frente”.

Ao apoiar processos de transformação, eu mesma me transformo e isso reverbera ao meu redor, nas minhas relações e além!

Por isso eu sigo. E sou só gratidão a todas as mulheres que seguem juntas neste percurso, com confiança, persistência e disposição amorosa!

Seguimos juntas! Por nós e por nossas crianças. Quando as mães estão bem cuidadas, isso reverbera em conexão amorosa, presença de qualidade e alegria nos filhos.

E nossos filhos são nosso melhor feedback!



Todos os textos da sessão “Escrito à Mãe” do site cultivandocuidado.com bem como os textos do perfil no Instagram @cultivandocuidado são de autoria de Maristela Lima. Se estas reflexões fazem sentido para você, talvez elas sirvam também para suas amigas mães. Compartilhe com elas o link deste artigo e sempre cite a autoria. Assim, você valoriza o trabalho de uma mãe que escreve e apoia este trabalho, contribuindo para que mais mulheres se beneficiem e me motivando para que eu continue a oferecer às mães conteúdos importantes, gratuitos e de qualidade. Entre mães, precisamos no apoiar.
Com amor e gratidão,
Maris.

This Post Has One Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top
WhatsApp Falar com Cultivando Cuidado <3